Notícia

Mês de outubro apresenta aumento nas vendas em Palmas

  • 09 de novembro de 2018 - 11:34
 
No mês de outubro, conforme dados do SPC Brasil levantados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palmas, a economia da capital do Tocantins teve um aquecimento: as vendas a prazo apresentaram um acréscimo de 23,6%, se comparado ao mesmo período do ano passado. 
 
O professor e economista Marcello Leonardi Bezerra, que mensalmente analisa os números repassados pela CDL, explica que esse dado é de extrema relevância e demonstra as tendências da economia de Palmas. “Um detalhe fundamental: com um total de quase 4.000 vendas, considerando a população da cidade, isto representa 2% de toda população palmense. Dentro da atual conjuntura é um dado importante, pois apesar da crise, o consumo teve um crescimento significativo”, disse.
 
Marcello explica que o mês de outubro foi atípico e cercado de incertezas no campo político e que isso reflete em outro dado  levantado pela CDL: a recuperação de crédito no último mês cresceu apenas 1,7%, também em comparação ao mesmo período de 2017. “Um valor ínfimo, que confirma de forma definitiva, o fator da grande instabilidade econômica junto com a instabilidade eleitoral que houve, que causou insegurança aos consumidores”, explica.
 
Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas, explica que esse grande aumento nas vendas pode estar ligado à grande recuperação de crédito que houve no comércio da Capital no mês de agosto. “No início no segundo semestre, em comparação a 2017, houve aumento de mais de 21% na recuperação de crédito. O acréscimo que vimos nas vendas de outubro, pode ser um reflexo desse número, pois as pessoas saíram da inadimplência e voltaram a comprar no comércio”, disse. 
 
Silvan explica ainda que a expectativa para novembro e dezembro é ainda melhor, dado o fato de que haverá a injeção de grandes valores na economia de Palmas com o pagamento do décimo terceiro aos trabalhadores e que a campanha de Natal está tendo êxito entre lojistas e consumidores.