Notícia

Comércio de Palmas se mantém estável em meio à crise

  • 04 de junho de 2018 - 16:29
De acordo com dados do SPC Brasil, apurados pela CDL Palmas, o número de vendas a crédito apresentou uma queda de 4,1 % entre os dias 01 e 31 do mês de maio, em comparação ao mesmo mês do ano passado. Na semana antecedente ao Dia das Mães, ( entre os dias 6 e 12 de maio), o comércio de Palmas apresentou alta de 3,3%. De acordo com os dados da CDL, o que levou ao decréscimo foi a primeira semana de maio, entre os dias 01 e 06, momento em que as vendas caíram 26,1%.
 
O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica o motivo da diminuição. “A queda nas vendas na primeira semana aconteceu porque os palmenses estavam esperando as promoções que o comércio oferece no Dia das Mães, o que pode ser confirmados pelos dados”, disse. Ainda de acordo com Silvan, apesar de todo momento de instabilidade que o país enfrenta, Palmas conseguiu manter o ritmo. 
 
“Observamos que foi justamente a primeira semana que puxou os números para baixo. Apesar da crise que o Brasil vem enfrentando desde a última semana, Palmas vem mantendo as vendas”, explicou. Silvan ressaltou que a entidade vem buscando formas de melhorar o comércio, como a campanha Amor de Presente em Dose Dupla.
 
O número de pessoas que estavam negativadas e conseguiram quitar seus débitos foi de 10.384, cerca de 58,4% menor que maio de 2017. No entanto, o superintende da CDL Palmas, Ricardo Costa, explica que esse número não é ruim. “Neste ano, conforme analisado pelos dados, menos pessoas estão negativadas, então consequentemente menos pessoas estarão na lista de recuperação de crédito”, disse.
 
Os dados revelam ainda que a Capital tocantinense registrou uma queda no número de negativados no mês de maio. A queda no número de registros de negativação foi de 4,1%, em relação ao mesmo período de 2017.