Páscoa 2020 apresenta o menor número de vendas já registrado em Palmas

  • 13 de abril de 2020 - 13:46



Conforme apontam os números da base de dados do SPC Brasil, monitorados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palmas, as vendas da Páscoa 2020 tiveram o pior índice da história na Capital tocantinense, desde que os números começaram a ser monitorados, em 2005. 

 

Se comparadas com o ano passado, as vendas de Páscoa caíram 43,7% e é de fato, reflexo da crise causada pela pandemia do novo coronavírus, razão pela qual a Prefeitura de Palmas determinou o fechamento do comércio por meio de decreto, em março. Mesmo em comparação ao pior ano em vendas já registrado na Capital, em 2008, as vendas da Páscoa 2020 ainda apresentam queda.

 

O presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, explica que apesar dos supermercados estarem funcionando, locais onde se comercializa muitos produtos de Páscoa, não foi suficiente para equilibrar as vendas. “Este número reflete o que está por vir. Na segunda quinzena de março, tivemos queda de 11% nas vendas; agora, 43%. Tememos pelo que vem pela frente caso não haja um equilíbrio entre a saúde pública e a saúde financeira das empresas”, disse.