Comércio de Palmas prevê queda de pelo menos 35% nas vendas de Dia dos Namorados

  • 09 de junho de 2020 - 15:22



As datas comemorativas são importantes para o setor de comércio, pois impulsionam as vendas, fazendo a economia girar. No entanto, com a pandemia causada pela COVID-19, que desencadeou uma crise de saúde e uma crise econômica, estas datas estão sendo severamente afetadas. A Páscoa 2020 em Palmas, por exemplo, foi a pior em número de vendas desde que os números começaram a ser contabilizados pela CDL Palmas, no início dos anos 2000. 

 

O Dia dos Namorados é a próxima data comemorativa e sempre foi vista como uma ótima data para o varejo. De acordo com a base de dados da CDL Palmas, em 2019, o acréscimo nas vendas de Dia do Namorados foi de 10,3% em comparação ao mesmo período de 2018. No entanto, em 2020 a expectativa é de queda. Para se ter uma ideia, nos 3 dias antecedentes à data comemorativa a procura e compras de presentes já apresentaram uma queda de 27%. 

 

Neste sentido, com base nos dados e cenário atual, a CDL Palmas estima que em 2020 as vendas de Dia dos Namorados apresentem uma queda de, pelo menos, 35% no comércio de Palmas. Para o presidente da CDL Palmas, Silvan Portilho, apesar do início da retomada das atividades, o Dia dos Namorados terá baixa nas vendas. “Infelizmente, o comércio não vai se recuperar tão cedo desta crise. Os especialistas já preveem um período de mais de 1 ano para que se recomece a recuperação. Apesar de muitos lojistas buscarem alternativas para driblar a crise, não é fácil. O comércio só pôde retornar às atividade nesta semana, depois de quase 70 dias parados. Não é ser pessimista, mas é realmente estar ciente de que há agora muitos desempregados, muita gente cortando gastos”, explicou.